17/10/2017

Mulheres foram a única equipa a vencer no fim de semana

 Sub-19 Fem. 204 Salesianos Évora   27  x  G.D.R. André Resende 78 
Pode jogar-se bem num jogo desequilibrado...pode!
parciais: 04 -19 ; 06-10; 05-23 e 12-26
  
Começaram muito bem as jovens da André de Resende com um basket bonito e rápido. Fecharam o livro e com fraco empenho e concentração mostraram um 2º período lento e sem qualidade. na 2ª parte tudo voltou ao melhor e foi muito interessante ver a qualidade de Tânia Murteira a ser uma base que assistia com passes que empolgavam, Maria Pereira a ser a jogadora que a todos habituou classe e Mika a espaços foi impressionante debaixo do cesto. Magui e Sara estiveram muito bem e Mariana surpreendeu pois foi a atleta que nos 40 minutos soube manter a mesma consistência. Uma palavra final para Leonor Valadas, um regresso à origem e nota-se a evolução em cada treino e em cada jogo.


  Sub-14 Mas. 25 G.D.R. André Resende x   ASC/BVRM/Terras d'el Rei “A”
Miúdos perderam mas mostraram que este ano vão lutar pelo título regional
parciais: 04 -27 - 22-08, 13-14 e 10-26
J. Madeira 2, J. Ferreira 2, Tiago A. 9, Gugas 6, Miguens, Barroso, Ramalhinho, T.Figueira, Rita 15 , Ramos 4, Banha 10 e Quintano.
Poderiam os miúdos da André de Resende ter obtido um resultado mais nivelado? Podiam se o treinador não tivesse todas as crianças participado no jogo mais de um período. É o Atlético mais forte? Sem dúvida, mas a distancia para o ano anterior já se reduziu. Fica a dúvida até onde podem chegar estes miúdos.  Fizeram 2 períodos com enorme qualidade..faltou o 3º!

Sub-16 Mas. Salesianos Évora  x   G.D.R. André Resende
Ainda muito miúdos para o rival
parciais: 50-02 (!) - 12-14, 16-08 e 19-08
Madeira 4, Vieira 2, Figueira, Pereira 7, Rita 2, Ramos, Banha e Serrano 17
Os parciais ajudam a entender dois factos: O treinador da André de Resende não soube equilibrar os 2 cincos com que jogou na 2ª parte e isso fica claro nos 50 pontos sofridos em 10 minutos. Sobrevalorizou a qualidade dos jovens sub 14.
   O 2º facto é que o regulamento de sub 16 é ridículo e que só serve as equipas que tenham muitos atletas com qualidade. Recorde-se que a regra é igual à das crianças sub 14. Este jogo demonstrou que os jovens da André de Resende e dos Salesianos nada ganharam com esta regra. Sem ela o jogo teria sido mais equilibrado e todos sairiam a ganhar. A equipa das Salesianos é mais forte e venceria certamente, uma André de Resende que seria capaz de manter o jogo em aberto durante mais tempo. Falta a coragem de abolir o que nunca deveria ter existido

Sub-18 Mas.  Beja B.C.  78 x   G.D.R. André Resende 57
Bejenses ainda são mais fortes
parciais: 22-11 - 15-12, 19-14 e 22-20
J, Madeira 8, Vieira ,Paulo P 2, D. Madeira 6,Daniel, Ludovino 19, Galo 18 e Serrano 4
Jogo muito bem disputado sempre com ascendente dos Bejenses  que abriram com 2 triplos face à pouca concentração defensiva dos Eborenses. O equilíbrio foi notório nos restantes períodos. 

12/10/2017

"Particularidades" do Basquetebol do Alentejo: Ir à Noruega e voltar!


São muitos os que dedicam os seus tempos livres na causa do basquetebol do Alentejo. Quem nunca foi dirigente de um clube não imagina o tempo despendido, não a ver treinos ou jogos, mas a resolver problemas sem grande importância que alguém, só porque detém o poder do carimbo decide criar. As ajudas também são grandes, se não implicarem apoio financeiro. Começam aí as diferenças entre clubes e regiões.
   Esta época a André de Resende não reuniu 200 euros mensais para inscrever uma equipa senior feminina e nem conseguiu os 600 euros para disputar a 1ª divisão masculina. Com um orçamento de apenas 8.000 euros/época a André de Resende deve ser um dos clubes do país com o orçamento mais baixo para o número de atletas e equipas que apresenta. Os seus rivais nas diferentes competições chegam ao pavilhão eborense em autocarros cedidos pelas autarquias e os valores das inscrições foram suportados por estas. Se a tudo isto juntarmos que não sendo a André de Resende o clube alentejano que mais quilómetros faz em viagens, atente-se nestes números:
 Seniores masculinos na 1ª fase de competição: 490 km a Portimão e Ferragudo, 460 a Albufeira  por duas vezes, 440 a Quarteira, 160  a Grândola, 280 km a Santo André, 90km a Reguengos    ..............total:          2890 km
Na competição regional a decorrer até dezembro:
Sub 19 femininos......................448 km
Sub 18 masculino....................334 km
Sub 16 masculino....................616. km.
Sub 14 feminino : ....................368 km
Sub 14 masculino:....................420 km
Total 5.076 kms
Em 8 jogos de preparação já contabilizámos  2280 km:
Setúbal 200kms, Ponte Sor 480 km, Ferragudo 490 km, Queluz  (2 jogos) 560 km, Badajoz    280 Km, Almendralejo  270 km.
Nesta 1ª fase de competição o clube registará  7.356 km.
Significa ir de Évora a Oslo (3.481 km) e voltar, dando ainda um passeio por...Berlim(?
Esta é uma realidade que por vezes até no Alentejo algumas entidades ignoram ou esquecem. Alguns acreditam que o basquetebol nesta região melhora de qualidade se o curso de treinadores de nível básico custar 250 euros. Acreditam que se os clubes pagarem arbitragens  aumentam as equipas ou clubes. Outros acreditam que nos sorteios das competições regionais se deve deixar o critério da sorte esquecendo as distâncias, num retrocesso claro pois a ABA é a entidade que melhor deveria conhecer estas especifidades !

10/10/2017

Começam as competições regionais

Sábado
15:00   Sub-16 Mas. Salesianos Évora  x   G.D.R. André Resende

Domingo
 10:00   Sub-14 Mas. 25 G.D.R. André Resende x   ASC/BVRM/Terras d'el Rei “A”

17:00   Sub-19 Fem. 204 Salesianos ÉvoraG.D.R. André Resende

17:30  Sub-18 Mas.  Beja B.C. x   G.D.R. André Resende
 Seniores vencem na 1ª jornada André Resende  77  Imortal  44
Começar com o pé direito






André de Resende com CNT a 27 de Outubro


05/10/2017

Basquetebol no Alentejo dá mais um passo para o futuro !

André de Resende 66  FPB (centro Treino) 62
Mais do que um jogo...Um jogo para recordar!
   Podia ter sido uma grande noite de basket porque os futuros atletas da selecção portuguesa estiveram na André de Resende. Podia igualmente porque foi a apresentação da equipa senior da André de Resende, ou porque pela 1ª vez foram apresentados os novos equipamentos do clube escolar. Foi certamente por tudo isto e porque o jogo foi emotivo até ao último segundo, mas um facto que passou despercebido a todos os presentes, foi igualmente importante para o Basket na Associação de Basquetebol do Alentejo.
   Pela 1ª vez foi utilizado o boletim eletrónico. Este processo que há muito vinha a ser reivindicado, foi finalmente colocado em prática. Mais jovens vão gostar de realizar esta tarefa no futuro e este fim de semana haverá já uma ação de formação que contará com dezenas de candidatos.

Na vida como no desporto o difícil é mudar mentalidades e mesmo o leitor poderá pensar que não é grande esta inovação tecnológica. Demorou uma década a ser autorizada!
Enorme mérito de Manuel Marchante, presidente do Conselho de Arbitragem da ABA,
que conseguiu implementar algo que mais do que a tecnologia revoluciona mentalidades. Mudá-las é o mérito maior deste jovem dirigente.
Quanto ao jogo fica o registo de um início com enorme qualidade dos azuis que atingiram os 17-6. A necessária rotação nestes jogos treino mostrou que o banco ainda tem poucas soluções. O futuro certamente fará com que alguns dos jovens ganhem a necessária qualidade e ritmo para jogar ao nível dos primeiros. A 2ª parte mostrou um maior domínio dos jovens que agora residem em Ponte de Sor que chegaram a liderar o marcador. Nos últimos 3 minutos a André de Resende  voltou a mostrar a qualidade que vai exibindo nalguns períodos e venceu justamente. 
 
 

02/10/2017

Basquetebol de alto nivel na André de Resende

Quarta feira 19:30 a equipa do Centro de Treino da FPB..
Venha ao Basket e conheça a equipa senior e a apresentação dos novos equipamentos.

Évora receberá na Quarta feira às 19:30 a equipa do Centro de Treino da FPB. O Basquetebol escolar inicia nova época com um espectáculo que promete. Venha ao Basket e conheça a equipa senior onde serão apresentados os novos equipamentos do clube. A André de Resende estaria a disputar o campeonato da Iª divisão, mas não conseguiu reunir os 600 euros mensias e foi relegada para divisão inferior. Ainda assim os briosos dirigentes voltam a apresentar uma equipa que promete lutar pela subida. O teste desta semana é contra as jovens promessas que serão certamente a base da selecção nacional a curto prazo. Vá ao Basket e leve a família ver este jogo de grande nível

QUARTA DIA 4 às 19:30 no Pav. André de Resende

30/09/2017

Sexta à noite e o basket como programa

Encher o pavilhão numa 6ª à noite é motivo de orgulho. Receber uma equipa de Espanha e nuestros hermanus" ficarem impressionados com a qualidade dos nossos atletas enche-nos de orgulho. Receber as novas universitárias no seu primeiro fim de semana em casa significa...o que significamos para elas!



29/09/2017

Mais um orgulho...Maria Pereira é universitária

Todos sabem que na André de Resende o sucesso escolar é colocado no topo e não é por se ser universitário que se é melhor do que os restantes, mas concluir os estudos da melhor forma que cada um conseguir é obrigatório. Este ano Pedro Couto, Miguel Ramos, Luís Moisés, Susana Favarica e Iris Correia já nos tinham dado um orgulho. Agora foi esta "peça" pirralha na foto. Chegou ao clube com este ar, sempre a resmungar, mas ao mesmo tempo com um sorriso meigo. Alguns dirigentes como José Trindade e Palmira Júlio souberam cativá-la e hoje ela é universitária em Évora. Toda a família a e Maria estão de parabéns. Quanto a nós...
                                                              É UM ORGULHO.