24/07/2017

Novos modelos de equipamentos...adquire já para receberes em setembro!

Os novos modelos de equipamentos serão apresentados em Setembro e pede-se a todos os atletas que o pretendam adquirir que enviem mensagem privada com o nome a aplicar na camisola, o nº e o tamanho. A empresa que irá fabricar é novamente a Spidora, por ter apresentado o melhor preço e com a verba recolhida na Tasquinha da feira o clube comparticipará na verba. Para cada conjunto

(equipamento+swett+camisola de aquecimento ==== 25 euros)

04/07/2017

Inside Tasquinha






 Querem inscrever-se para voluntários no próximo ano?
Já não dá!!! Fecharam as inscrições e nós lá teremos que repetir o sacrifício!!!

03/07/2017

Tasquinha da André de Resende recebeu 6 estrelas Michelin !

Tasquinha da André de Resende 2017
 
Não gosto nada de feira, não gosto da confusão, enfim, só lá ia uma vez a cada cinco anos.
Quando a Direção do GDRAR decidiu que avançávamos com a Tasquinha, numa decisão em que quando “mulher decide algo vai até ao fim” , fiz o sacrifício de me inscrever como voluntário. Elas maioritariamente, e alguns "eles ", estavam determinados...eu, “velho dos Marretas” lá ia dizendo:
- Vai correr mal.´..Vão ser sempre os mesmos infelizes a trabalhar!
Feito este introito...
...Para o ano volto para a tasquinha da André de Resende e Informo todos,  que já não há vagas para voluntários da tasquinha de 2018.
   Que malta espetacular a centena de pessoas que trabalharam na tasquinha. Que grandes malucos, sempre de ótimo espirito às 03:00 e 04:00 da manhã. Que amizade e sorriso após lavarem centenas de pratos.
E o que dizer das centenas de clientes (amigos) que nos visitaram, muitos deles três e quatro vezes na mesma semana.
   Não conseguimos enumerar todos os que ajudaram, pois iriamos esquecer alguém injustamente, mas seria tremendamente injusto não destacar Inácio Fernandes e Rui Pechincha. Foram de um rigor e profissionalismo que o melhor elogio que todos lhes podemos fazer é que são muito, mas muito melhores pessoas do que foram como jogadores (agora entra a graça injusta...”também não jogavam grande coisa!!!).
Mereceram de todos quantos por lá passaram o elogio e de todos nós o agradecimento!
Iremos fazer um almoço “reunião da direção” com todos os que participaram neste momento que marcará a história deste clube!
Luís Francisco
 
  
 
 

16/06/2017

André de Resende nas 2 finais da Taça Alentejo



1ª TAÇA ALENTEJO Feminino
Excelente iniciativa da nova Direcção da A.B.A para promover o basquetebol feminino.

CAMPEÃS        DivinusGormet/André Resende    

TAÇA ALENTEJO Masculino  

  VICE CAMPEÕES  -   André Resende 

13/06/2017

Dia do Minibasket - Évora foi original

Foto de Associação de Basquetebol do Alentejo.
Pais e filhos festejaram juntos o dia do minibasket
   A festa dos miúdos foi promovida pela Associação de Basquetebol do Alentejo e teve a André de Resende como anfitriã. O clube propôs algo original e não podia ter sido mais feliz. Criou um regulamento em que cada equipa teria apenas 5 atletas, tendo pelo menos  um rapaz, uma rapariga e um pai ou mãe. Os jogos decorriam em 2 períodos de 6 minutos e no final os petizes iam comer ou beber água pois as muitas equipas assim o permitiam. O departamento do Desporto Escolar aderiu à ideia e cedeu tendas insufláveis e águas, a empresa de Évora - Fra - ofereceu um bolo gigante e a  manhã foi diferente. A miudagem adorou a ideia, mas muito mais do que os atletas de palmo e meio foram as crianças grandes. Ver Andrii Melnychuck divertido a marcar cestos, os miúdos com menos um metro a tentar defendê-lo, ou alguns pais a festejar o seu cesto enquanto os petizes, mais rápidos lhes marcavam outro levava o pouco público a aplaudir as jogadas.(felizmente porque todos jogavam).
   No final os minis 8 criaram uma equipa orientada por Marina Melnychuck e defrontaram uma equipa de pais. Os minis 10 e 12 fizeram o mesmo e o momento ainda mais alto estava para vir. Sem que tal estivesse previsto, o Sr. Vereador da Câmara – Dr. Eduardo Luciano entrou em campo e demonstrou o que dizia. Foi treinador de basquete no Barreiro e teve uma vida de mais de 20 anos ligado à modalidade. Jogou com tanta alegria que as restantes entidades não resistiram e foram jogar.
Mais do que qualquer discurso naqueles minutos Eduardo Luciano deixou de ser o adulto, o político e passou a viver como todos os presentes a paixão por um desporto e a alegria de ter tantas crianças a comungar o mesmo gosto.
Évora foi diferente, as crianças e os adultos vão querer repetir. A satisfação dos dirigentes da André de Resende não podia ser maior, pois apesar do sucesso a ideia não foi consensual e o trabalho que tiveram para que tudo corresse pelo melhor foi muito intenso.

Laura Martins (médica pediatra), Andrii Melnychuck (treinador) foram alguns dos que afirmaram a sua satisfação pela ideia sugerindo a sua repetição, afinal, pais e filhos a jogar basket juntos é a melhor imagem que o minibasket pode conseguir. Uma ideia para implementar em futuros eventos, mas ...nem todos podem ainda jogar!!!
Foto de GDR André de Resende.

Foto de GDR André de Resende.Foto de GDR André de Resende.
Foto de GDR André de Resende.Foto de GDR André de Resende.Foto de GDR André de Resende.

11/06/2017

André de Resende na Final 4 da Taça Alentejo


É nos momentos difíceis que se veem os grandes homens!
Foto de Elsa Ganhão.

André de Resende 83  Elétrico 48

Parciais: 27-13, 18-11, 18-10 e 20-14

Jogaram: João Ludovino 14, Luís Serrano 5, Miguel Galo 11, Nuno Costa 11, Micael Duarte 16, Diogo Ganhão 26 e Gonçalo Santos 0.

 Elétrico 46  André de Resende 65

Parciais: 13-19, 15-13, 10-16 e 08-16

Jogaram: João Ludovino 14, Luís Serrano 6, Miguel Galo 12, Nuno Costa 5, Micael Duarte 14, Diogo Ganhão 14


   Esta equipa que encerra a época 2016/17 com a participação na Taça Alentejo vai deixar marcas para o futuro. Pode eventualmente nem ganhar a competição, mas não apaga a excelente campanha e essencialmente a marca da mescla de qualidade superior,  técnica mas essencialmente enquanto homens e jovens aprendizes. Os treinadores da equipa senior nem tiveram escolha pois foram estes os atletas que ficaram a encerrar a época e  Nuno Costa, Diogo Ganhão Micael Duarte e Gonçalo Santos só conseguiriam jogar se os mais novos quisessem tanto quanto eles. Luís Serrano e João Ludovino deram imediatamente um passo à frente e mais recentemente Miguel Galo fez o mesmo.

   As lições em basket e valores que os mais velhos passam em cada segundo, cada jogada , para os miúdos impressiona. Na 6ª feira a André de Resende já vencia o Elétrico por 45-24 ao intervalo. No domingo em casa do adversário venciam igualmente por 32-28 deixando a eliminatória praticamente decidida.  Mas a história do 2º jogo merece ainda ser contada.

   A 2 minutos do intervalo Nuno Costa lesiona-se e sai do jogo por precaução. Como reagiria o grupo sem o seu base?

   Diogo Ganhão assumiu a liderança e foi...brilhante! Micael foi o garante, lutador mas essencialmente esclarecido, dando sempre indicações aos mais novos. Nuno Costa no banco foi mais um treinador. Os miúdos já nem conseguiam correr...mas não se atreviam! Luís, Ludovino e Galo jogaram, jogaram, jogaram...muito bem!

06/06/2017

Último jogo da Taça Alentejo ?

Beja  49   André de Resende 127
A Hombridade prevaleceu...

   A história do jogo resume-se a uma disputa muito interessante entre a equipa de sub 16/18 do Beja que adorou jogar contra alguns atletas adversários com uma qualidade senior e que estiveram muito perto de alcançar a subida de divisão. Os miúdos bejenses evoluíram ao longo do jogo e foi notório o seu prazer no final da contenda.
   O atleta Micael Duarte (28) escreveu esta semana algo que espelha o sentimento de um grande jogador onde ele, Diogo Ganhão (52) e  Nuno Costa (16) agradecem a ajuda dos miúdos por lhe terem permitido continuar a jogar.  Luís Serrano (12) e João Ludovino (19) só têm que agradecer aos colegas por lhes terem permitido uma experiência que nunca mais vão esquecer.
   Esquecer deve ser o que esteve para acontecer antes da partida. No início da semana, em reunião de clubes, o Diretor Técnico apresentando uma leitura do regulamento desta competição, equacionou que a André de Resende deveria ser afastada da Taça Alentejo. O clube admitiu fazê-lo, mas reafirmou leitura diferente! O  Presidente da ABA considerou que tal decisão deveria pertencer aos órgãos associativos que decidirão qual a correta interpretação do regulamento de provas. Insistiu que a última jornada decorreria normalmente e aguardava-se pela decisão superior.
   Surpreendentemente nos dias seguintes o seu Diretor Técnico assume posição contrária e tenta por vários meios que o jogo não se realize. Minutos antes da partida a hipótese é colocada, deixando os presentes circunspectos. Como era possível que tal estivesse a acontecer?
O árbitro, os oficiais de mesa e os responsáveis do Beja Basket e da André de Resende decidiram realizar o jogo. Para todos eles e para todos os atletas o nosso apreço e amizade.

Para quem não conhecer as 3 alíneas respeitantes a esta prova, transcrevemos na integra:


“CALENDARIZAÇÃO E REGULAMENTAÇÃO REGIONAL -

ÉPOCA DESPORTIVA   2016/2017
XX Taça do Alentejo,
ponto 5 (página 9) afirma:


 a. Equipas participantes: Equipas Sénior Masculino e sub18 filiadas na AB Alentejo e nas associações limítrofes.


i. Equipas Sub18 podem utilizar 3 atletas com idade sénior.


ii. Nenhum atleta pode jogar em 2 equipas diferentes.



Neste sentido e consultado um advogado do clube ficou claro que:


a)    Qualquer equipa de sénior ou sub18 masculina poderia participar;


b)    Qualquer atleta com idade de sub16 e subida de escalão a sub 18 poderia participar;


c)    Nenhum atleta poderia participar em duas equipas caso o seu clube assim se apresentasse.


Sub 14 - Jornada concentrada em Reguengos

   A André de Resende voltou a apresentar-se nesta actividade com a mesma filosofia de divertimento dos seus jovens. Estes foram divididos em 3 equipas e jogaram um período cada. os mais velhos confirmaram a enorme evolução técnica ao longo da época e as raparigas chegaram mesmo a vencer um dos parciais com Reguengos. Se estes atletas impressionaram, mais o fizeram os sub 12 pois os vários espectadores ao jogo que no final trocavam impressões sobre os petizes não queriam acreditar que  haviam sido preteridos da selecção de sub 12 do Alentejo. Estes jovens já não estão assim incluídos nos melhores 16 da sua região.
   Muitas reclamações têm chegado sobre alguns factos relacionados com a seleção de sub 12 masculina. A todos queremos informar que não cabe ao clube a responsabilidade pelos factos ocorridos. A única posição foi dar conta da indignação aos responsáveis associativos. Resta-nos aceitar as escolhas e tentar junto das crianças uma abordagem para que aceitem algo que dificilmente conseguimos explicar.

Foi com grande surpresa que as três crianças afastadas do grupo de 16 são curiosamente do mesmo clube. A mensagem para Tiago Figueira, Gustavo Antunes e Rui Ramalhinho: No desporto há que aceitar reveses e crescer com eles!